6 ações de marketing para escolas

6 ações de marketing para escolas

 

Ações e táticas de marketing para escolas podem auxiliar nas estratégias de captação e retenção de alunos. Cada escola é um mundo à parte e, você, melhor do que ninguém, sabe os canais mais efetivos com a sua comunidade e a realidade dos seus alunos e responsáveis.

Para ajudar na tarefa, listamos canais e ferramentas de divulgação e as vantagens de cada um deles. Cabe a cada escola compor seu mix de comunicação em busca das metas estipuladas, levando em consideração sempre o público-alvo e o diagnóstico do negócio.

Leia também: Guia de marketing educacional para captação de matrículas

 

Marketing para escolas: online

 

1) Site institucional 

Não há como negar o quanto um site institucional é indispensável em tempos de ascensão digital. É por meio dele que os futuros clientes irão encontrar informações pedagógicas, história, missão, visão e valores da sua escola.


Dica: hoje já existem ferramentas que criam sites de maneira rápida e muito barata, como o Wix.com. Lembre-se que esse canal deve ter a apresentação dos telefones, e-mails, endereços e qualquer outra forma de contato.

Dica 2: crie espaços que incentivem o visitante a deixar seu e-mail ou telefone para contato. Pode ser o cadastro para uma visita ou desconto, envio de uma newsletter periódica ou algum conteúdo relevante. Isso tornará o relacionamento com essas pessoas mais fácil e barato.

 

2) O poder dos vídeos

A taxa de clique de vídeos nas redes sociais é muito maior do que imagens ou links comuns. Vídeos costumam engajar muito mais o público com um conteúdo.

 

Dica: Crie vídeos rápidos, com aproximadamente 30 segundos, para conversar com seu público de interesse. Crie séries de vídeos falando de assuntos decisivos para quem está buscando uma nova escola e que mostre os pontos fortes da sua.

Utilize esse canal como um ativo da escola, envolvendo professores e alunos na produção dos materiais. Por que não postar galerias com os melhores trabalhos de arte de alguma turma? Ou vídeos das apresentações musicais e festas na escola?

 

3) Marketing de conteúdo

Como o próprio nome já entrega, essa técnica visa criar conteúdos de interesse do seu público-alvo para atraí-lo ao seu site/redes sociais sem custo com mídia. Imagens, vídeos, infográficos, posts em blog, pesquisas, tutoriais, etc. Foque em conteúdos de utilidade pública e que tenham a ver com os interesses do seu público-alvo, como por exemplo: amamentação; alfabetização e assuntos em que a escola é autoridade.

As estratégias de inbound sempre visam atingir um objetivo de negócio, seja aumentar a visibilidade da sua marca, gerar possibilidade de novas matrículas ou fidelizar seus alunos. A grande sacada é fazer com que cada dia mais seu público-alvo chegue até você por vontade própria: encontrando seus conteúdos em uma busca do Google, redes sociais e pedindo que você entre em contato para realizar a visita ou matrícula.

 

Dica: imagine que um pai/aluno está buscando uma boa escola focada em resultados para o vestibular e busca na internet pela palavra-chave “vestibular” + a localização. Em poucos segundos ele terá acesso a uma lista de resultados de escolas que usam essas palavras em seus conteúdos.

Exemplo: Escola Azul tem o melhor resultado dos vestibulares de SP na região de Pinheiros. Quanto mais conteúdos buscáveis e técnicas de SEO (mecanismo de busca do Google) empregadas, maiores são as chances do site da sua escola figurar nas primeiras posições. Um excelente primeiro passo é criar um blog!

 

6 ações de marketing para escolas

 

Marketing para escolas: offline

 

4)Convênios

Com empresas e outras escolas da região.

 

Dica: Busque escolas que atendam o segmento anterior ao da sua e que tenham identidade pedagógica aproximada. Negocie a garantia de vaga e benefícios para a continuidade nos segmentos seguintes na sua instituição. Outra dica importante é que as mamães preferem que os filho estudem próximos ao seu trabalho. Invista forte nos convênios com empresas e ofereça serviços que facilitem o dia a dia delas, como van escolar e atividades no contra-turno, por exemplo.

 

5) Sala de matrícula

Desenvolva um espaço acolhedor para conversar com os pais e alunos. Distribua trabalhos de alunos, fotos, vídeos, painéis com aprovações, “hall da fama” com a trajetória profissional de alunos já formados. Treine exaustivamente o tour que é feito com os pais pela instituição – esse roteiro pode definir se a matrícula será efetivada ou não.



Dica: realize as principais reformas no mês de julho, para mostrar a escola bonitona e adaptada no mês de agosto.

 

6) Anúncio em rádio/tv/revistas/jornais

Com um alcance muito maior, esse tipo de publicidade deve ser feita em veículos especializados em pais, alunos, estilo de vida do seu público ou classe econômica/poder aquisitivo.

 

Dica: revistinhas de bairro podem ser uma ótima opção visto o baixo custo versus público-alvo bem segmentado. Outra opção muito utilizada pelos pais para buscar e comparar instituições são os guias de escola online. Pesquise o que seus concorrentes têm feito para saber onde direcionar seus esforços.

 

Conclusão

 

Viu só como diferentes recursos podem trazer bons resultados para escolas? Você usa mais alguma técnica de marketing para captar e reter alunos? Compartilhe comigo no Facebook ou no Twitter da Tuneduc.

 

Amanda Bozza faz parte do time de Marketing da Tuneduc

Postagens relacionadas

Veja também

Leave a Comment