AS MELHORES DICAS PARA A SUA EMPRESA!

Como administrar as finanças no e-commerce? Veja 4 dicas

Como administrar as finanças no e-commerce? Veja 4 dicas

Administrar bem as contas da sua loja virtual é indispensável para garantir a saúde financeira do seu negócio. Afinal, somente com essa organização que sua empresa conseguirá manter seu e-commerce em crescimento e ativo. 

 

A boa notícia é que atualmente há mais facilidades, principalmente com o mercado financeiro em evolução e digitalização. As lojas virtuais agora podem contar com o Pix, a possibilidade de abertura de conta digital, sistemas de Banking as a Service, e muitos outros serviços.

 

Para saber como organizar as finanças do seu e-commerce, acompanhe esse artigo! 

 

Como está o mercado de e-commerce no Brasil?

A pandemia do COVID-19 trouxe um grande impacto para o mercado financeiro de maneira geral.  Inclusive, no setor de e-commerce, onde houve um crescimento expressivo tanto em função de novos negócios online quanto no aumento de compras virtuais. 

 

Segundo a pesquisa do PayPal Brasil e da BigData Corp, o comércio eletrônico no Brasil cresceu 40,7% em 2020 e foram mais de 1,3 milhões de novos negócios na internet!

 

Esse crescimento acentuado de lojas virtuais na quarentena pode ser justificado pelo isolamento social e a necessidade de fechamentos constantes dos comércios físicos. 

 

Com as medidas restritivas permanecendo em alta em 2021, o estudo da Neotrust apontou que o primeiro trimestre deste ano teve alta de 57,4% nas vendas em e-commerce em comparativo com 2020.

 

Ou seja, as compras por lojas virtuais conseguiram ampliar ainda mais e com isso gerando grandes oportunidades para otimizar ainda mais os processos internos do seu negócio.

 

Como ter um crescimento saudável em seu e-commerce?

A concorrência no mundo digital está aumentando cada vez mais e por isso é importante saber como proporcionar um crescimento saudável para o seu negócio.

 

Isso porque, quem não cresce, perde oportunidades e mercado para os outros competidores. 

 

Portanto, é preciso promover o crescimento da sua loja virtual a longo prazo. Mas, para que isso seja possível, um dos pilares é ter uma boa estruturação financeira.

 

Uma gestão financeira empresarial pode ser uma boa ferramenta para iniciar esse planejamento, assim como uma análise a fundo na organização do fluxo de caixa do negócio. 

 

Todos os recursos de levantamento de dados para análise de melhorias auxiliam nesse processo. Ao entender o negócio, o ideal é compilar todas as informações em um único local, como em uma planilha do Excel. E caso seja necessário, recorrer a um curso de excel online pode ser uma saída para entender os comandos mais básicos.

 

A partir disso, você consegue entender como está o fluxo financeiro atual e entender quais pontos exigem mais atenção e organização. 

 

Por que a estruturação financeira gera crescimento saudável?

 

Antes de desenvolver sua loja online, você precisa encontrar algum tipo de harmonia entre pagamento e custos. Afinal, a sua despesa não pode ser maior que a sua receita.

 

E ao avaliar que a receita está gerando lucros saudáveis, é possível identificar novas oportunidades, como contratação de mais funcionários, investimento em anúncios pagos nas redes sociais ou até mesmo parceria com novos fornecedores. 

 

Assim, considerando todos os pontos, é por meio desse controle de seus fundos que você realmente poderá distinguir se seu capital funcional está se expandindo e, portanto, escolher onde colocar seu dinheiro de forma precisa.

4 dicas para boa administração das finanças no e-commerce

Todo negócio precisa de um bom planejamento para conseguir ter bons resultados. Independente do objetivo final, ter em mente (e no papel) quais são os passos a serem tomados auxilia e facilita todo o percurso.

 

Por isso, veja com a gente 4 dicas para entender e administrar suas finanças: 

#1 Controle do Fluxo de Caixa

O bem-estar financeiro do seu negócio depende de uma grande gestão do fluxo de caixa. Ou seja, do controle próximo de todos os ativos que entram e saem da organização. 

 

Dessa forma, é necessário verificar as contas todos os dias para garantir que todas as quantias foram lançadas e ficar sempre atualizado com os valores. Ainda que possa parecer chato ou exagerado, o controle diário garante mais assertividade para o e-commerce (em especial se são novos no mercado)

 

Consequentemente, é possível garantir que os indicadores da organização sejam exatos. 

 

Para completar esta verificação, você pode contar com recursos online ou manuais, fazendo por meio de planilhas ou aplicativos de controle financeiro. 

 

Por meio de softwares, a interação será mais funcional, direta e menos suscetível a erros humanos. A automação dos softwares de gestão auxiliam no processo.

 

#2 Planejamento orçamentário

Planeje todas as receitas, despesas, custos e investimentos previstos para os próximos meses e anos. Esse controle irá impedir que você gaste mais do que pode e acabe com dívidas.

 

Para isso, há um processo que deve ser seguidos:

 

  1. análise da situação financeira atual;
  2. criação de objetivos;
  3. planejamento para alcançar os objetivos traçados;
  4. acompanhamento das ações para verificar o que trouxe resultados.

 

Defina também o que você espera da sua empresa por meio de uma análise de 1 ano, 5 anos e 10 anos. Ter essa visão a curto, médio e longo prazo ajudará no processo de decisão quando sobrar dinheiro no final do mês. 

 

Outro ponto importante, principalmente para os pequenos e-commerces, é deixar bem separado os gastos pessoais dos gastos da empresa. Use um cartão corporativo para seguir com a estruturação de pagamentos e compras do negócio.

 

#3 Reserva Financeira

Tenha como meta do seu negócio de separar todos os meses uma parte do lucro da empresa para a reserva financeira do seu e-commerce.

 

Aqui não estipulamos nenhum valor mínimo ou máximo, pois é muito relativo e varia a cada mês. Mas reforçamos de mensalmente deixar uma reserva financeira.

 

E esse valor deve ser deixado de lado e somente acionado para questões de crise ou emergenciais. Além de ser essencial para manter a solidez monetária de seu negócio online, também evita a temida dívida e empréstimos.

 

Outro elemento importante é que você pode utilizar sua reserva para colocar recursos no desenvolvimento de sua loja online.

 

#4 Gestão de Estoque eficiente

 

O controle de estoque eficiente também traz um impacto nas finanças do seu e-commerce e saber a quantidade de itens guardados é fundamental para agilizar sua administração. 

 

Saber o seu inventário é bem útil para entender quais são seus produtos que estão disponíveis, além de entender quais não são bem vendidos. E dessa forma, você investe na compra adequada de materiais e suprimentos.

 

Nesse sentido, faça um estoque também para evitar que os itens estraguem ou fiquem desatualizados.

 

Ao longo dessas linhas, você também evita problemas com clientes e atrasos no transporte, o que pode atrapalhar a experiência do cliente e fazê-lo parar de comprar em seu negócio virtual.

 

Além disso, lembre-se de que o estoque deve ser carregado com mercadorias relevantes, que tenha boas vendas e com ótimas promoções. Afinal, estoque parado representa dinheiro parado e falta de capital de giro para a empresa. 

 

Conclusão

Os e-commerces aumentaram drasticamente recentemente e se mantêm em alta para os próximos anos. Com isso, torna- se cada vez mais relevante investir os recursos financeiros em ações que possibilitam maiores crescimentos.

 

Entre as ações a serem tomadas, a boa administração dos recursos financeiros auxilia na tomada de decisão atual para colher bons resultados no futuro.

Apenas por meio de um excelente histórico de administração de recursos que é possível garantir o funcionamento de sua organização e promover o desenvolvimento a longo prazo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *