Como será o gestor do futuro?

GESTOR DO FUTURO

O futuro está mesmo aí no virar da esquina e temos que estar preparados para recebê-lo. Todas as áreas têm evoluído imenso com o passar dos anos e a área da gestão é uma das que mais se tem modificado. O gestor do futuro não pode ser igual ao gestor do passado e isso é uma verdade inquestionável.

O mundo empresarial muda a um ritmo louco, pelo que é essencial que o gestor esteja sempre a par das últimas alterações do mercado, pois só assim consegue manter-se competitivo e tomar as decisões mais acertadas para o futuro do negócio. O artigo de hoje responde à questão: como será o gestor do futuro?

 

Adeus gestor, olá líder!

 

O gestor deve ser um exemplo a seguir na organização e deve ser capaz de motivar a sua equipa a trabalhar na direção que ele acredita ser a mais indicada para o futuro do negócio. O gestor não pode ser alguém que dá ordens e que fique à espera que estas sejam cumpridas sem qualquer questão.

O novo gestor deve “despir” esse papel e vestir o papel do líder. Só com skills de liderança é que o gestor vai conseguir motivar toda a sua equipa.

 

Estar sempre a par do que acontece

 

“Um negócio que não produz nada além de dinheiro é um negócio pobre”: a célebre frase é de Henry Ford e ainda se mantém atual. Um bom líder deve avaliar um negócio como um todo e não se focar apenas no dinheiro. O gestor deve ser capaz de avaliar os aspetos financeiros, mas também os aspetos relacionados com a motivação dos colaboradores, condições de trabalho e impacto social do negócio.

Além disso, espera-se que o gestor do futuro tenha uma postura proactiva e que esteja sempre um passo à frente da concorrência. Para isso, os gestores devem munir-se de ferramentas que lhes dão a informação que precisam em tempo real.

O Multipeers é um sistema BAM que permite que o usuário consulte num só local todas as informações oriundas das mais diversas fontes da empresa.

 

Simplificar os processos para uma gestão superior

 

A simplicidade é a suprema sofisticação.

Esta frase constava no primeiro flyer da Apple e era uma filosofia seguida pelo Steve Jobs. Parece que deu resultado, não é mesmo? Steve Jobs eliminava todos os elementos acessórios e centrava-se apenas no que realmente era importante.

Os gestores têm tendência a complicar tudo, desde a criação de relatórios até à realização de reuniões demoradas. Um bom gestor deve ser capaz de apresentar a informação à sua equipa de uma forma simples e de fácil entendimento para que o trabalho possa fluir a um bom ritmo. Os relatórios complexos e extensos fazem parte do passado e não terão lugar no futuro!

 

Estar a par da tecnologia

 

Não se espera que o gestor do futuro seja um expert em tecnologia pois não é essa a sua função. Contudo, ele deve ter conhecimento sobre as ofertas existentes no mercado que possam melhorar a produtividade da organização. A tecnologia tem cada vez mais impacto no mundo empresarial, pelo que esta área deve ser acompanhada de perto pelo gestor.

No futuro, a tecnologia vai ter um peso ainda maior no mundo da gestão, pelo que o gestor deve ser uma pessoa atualizada e conhecedora do mercado tecnológico para a área da gestão!

Veja também

Leave a Comment