AS MELHORES DICAS PARA A SUA EMPRESA!

Entenda os principais desafios econômicos enfrentados por dentistas durante a crise da COVID-19

Entenda os principais desafios econômicos enfrentados por dentistas durante a crise da COVID-19

A crise econômica que se instalou no Brasil devido à pandemia da Covid-19, forçou os pequenos e grandes negócios a se reinventarem. No setor odontológico não foi diferente. Confira agora os desafios enfrentados por dentistas neste período e como estes profissionais estão fazendo para sobreviver à crise.


O Brasil enfrenta uma das maiores crises econômicas da história do país. A crise potencializada pela pandemia da Covid-19, afetou quase todos os empreendimentos em todo território nacional. Os setores de bares/restaurantes, hotelaria, turismo e o varejo foram os negócios que sofreram diretamente com a quarentena, gerando redução dos salários, demissões em massa e até o encerramento das atividades.

Mas, em outras áreas como a da saúde clínica e odontológica, por exemplo, também tiveram desafios nesta luta contra a crise da pandemia. Cancelamento de consultas, tratamentos interrompidos, cirurgias remarcadas e falta de prospecção de novos pacientes, levaram muitos consultórios a precisar se reinventar para não fechar.

Como foi muito difundido no começo da quarentena, para não sobrecarregar os serviços de saúde pública e não aumentar a curva de contágio do novo coronavírus, a fórmula ideal e mais eficiente é manter-se em casa. Por conta disso, muitas pessoas que já faziam algum tipo de tratamento de saúde, como tratamentos odontológicos, por exemplo, optaram por não dar seguimento ou adiar suas consultas.

Esta atitude, na realidade, se tornou comum em diversas áreas da saúde e estética que foram consideradas passíveis de funcionarem apenas em casos emergenciais.

As clínicas odontológicas que estão sobrevivendo a este período, precisaram passar por uma mudança de hábito, rotina de consulta – que implicam em novas formas de segurança, e uma intensificação na divulgação de seus serviços.

Leia este artigo até o fim para saber os principais desafios enfrentados por médicos dentistas e de que forma eles estão se reinventando para não perder pacientes em meio à pandemia.

Desafios enfrentados por dentistas

Conquistar a confiança de novos pacientes nunca foi uma tarefa fácil, principalmente para quem está começando a abrir seu próprio consultório, mas um dos desafios que foi potencializado pela pandemia e quarentena, foi manter os pacientes ativos.

Como os médicos dentistas passaram a trabalhar apenas em casos emergenciais, muitos tratamentos tiveram que ser interrompidos e/ou cancelados, gerando uma baixa no caixa do consultório, além de uma possível perda de relacionamento com o paciente.

Isso foi outra coisa que mudou drasticamente no setor odontológico: o relacionamento entre dentista e paciente. Segundo novas normas da Anvisa e do Conselho Federal de Odontologia, os dentistas são obrigados a entrar em contato com o paciente horas antes da consulta para certificar de que se encontra fora do risco de contágio do coronavírus.

Além disso, outras diversas normas de biossegurança foram aplicadas aos consultórios odontológicos desde março deste ano. Tais como:

  • Utilização de EPI’s próprias tanto para o dentista quanto ao paciente. Ao entrar na sala de consulta o paciente recebe gorros, óculos e toalhas, todos os objetos descartáveis;
  • A recepção do consultório deverá ser higienizada a cada entrada de paciente, com uma solução de hipoclorito de sódio a 1%;
  • O dentista não poderá cumprimentar o paciente com as mãos em hipótese alguma;
  • Os pacientes deverão entrar sozinhos nos consultórios. Para evitar aglomerações nas salas de espera, é recomendável fazer atendimentos apenas com hora marcada e seguir à risca o tempo pré-determinado;
  • Em caso de pacientes menores de idade, o responsável deverá esperar ou na recepção ou do lado de fora;
  • Toda a superfície tocada pelo paciente deverá ser prontamente higienizada e objetos como bolsas, celulares e carteiras deverão ser proibidos na sala de consulta.

Outro emblema enfrentado pelo dentista é o grande risco que o profissional se expõe ao realizar as consultas, por mais que sejam apenas em casos emergenciais.

Por se tratar de um setor que cuida diretamente da boca, uma das principais vias de contaminação do vírus, o dentista acaba ficando muito exposto caso o paciente tenha contraído o vírus e seja, por exemplo, assintomático.

A falta de prospecção de novos pacientes também é um fator que vem prejudicando muitos consultórios que não conseguiram se reinventar para manter-se ativo durante a pandemia. Como o medo e a preocupação frequente de contrair o vírus é grande por parte da população, as pessoas tendem a não procurar por clínicas odontológicas neste período.

Sem termos ainda a vacina e sem ideia exata de quando termina a quarentena de fato, fica ainda muito mais difícil para os consultórios odontológicos fidelizarem tais pacientes.

Porém, como o ser humano é um ser adaptável e passível de criar soluções para seus problemas, muitos médicos dentistas conseguiram superar a crise e as novas normas de atendimento para seguir firme com seus pacientes. Confira:

Novos desafios pedem novas soluções

Estamos na era internet, da velocidade e da praticidade. Utilizar das ferramentas digitais a nossa favor é uma das formas de conseguir superar os desafios. Como foi o caso de um dentista mineiro que continuou alguns dos tratamentos odontológicos de seus pacientes de forma digital e fazendo acompanhamento à distância.

Com uma técnica chamada Invisalign, feita através de raio-x digital, dentistas podem oferecer tratamentos ortodônticos, implante dentário e diversos outros serviços até mesmo a distância.

Mesmo que nem sempre seja possível utilizar do acompanhamento online, ainda assim existem outros métodos que ajudam manter os pacientes ativos e prospectar novos pacientes. Veja como:

  • Ser reconhecido e ganhar visibilidade

Ser reconhecido na sua área e virar autoridade no assunto que você domina ajuda a conquistar novos pacientes ao longo do tempo. Veja bem, ninguém quer se tratar com alguém mediano ou com quem nunca ouviu falar.

Por isso, tentar formas de reconhecimento através do meio digital, como por exemplo, utilizar as redes sociais é uma ótima estratégia. As mídias sociais se transformaram em uma das melhores formas de se chegar até seu público, muito melhor que o famoso “propaganda boca a boca” tradicional.

Por exemplo, se a especialidade de um consultório odontológico é oferecer soluções para manchas nos dentes, as redes sociais precisarão falar sobre os benefícios do clareamento dental, “clareamento dental preço” ou “lente de contato dental”. Todos os tipos de temas que envolvem a especialidade do consultório.

Utilizar de palavras chaves também pode ser um bom caminho para encontrar o público que deseja. Neste caso, colocar “clareamento consultório” na legenda de um post nas redes sociais, te guiarão para os pacientes que realmente procuram por tal procedimento.

  • Mantenha um bom relacionamento com o paciente

Como vimos, a relação paciente dentista mudou devido à pandemia. Mas, além da pré entrevista que o dentista precisará fazer com o paciente antes da consulta, por que não manter uma boa relação com o paciente para além do consultório?

É legal conversar com o paciente dias antes, ir percebendo o que o aflige, como está a saúde de modo geral e depois, pedir um feedback. Divulgar a resposta deste feedback em caso positivo, pode ser é chave para conquistar novos pacientes.

  • Não tenha medo de inovar

Feliz ou infelizmente só conseguimos sair de uma crise se trouxermos algo de novo e que fuja dos padrões. Por isso, para se adaptar à tantos problemas causados pela pandemia, a única solução plausível é a inovação.

Inovar dentro das possibilidades que o mundo oferece. No formato digital ou dentro das normas de biossegurança, é necessário procurar o que pode ser feito para que crises como esta ou como as próximas que virão não atinjam tanto o seu mercado.

Conteúdo produzido por Beatriz Estima, redatora na empresa Vue Odonto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *