Como descobrir e desenvolver potenciais talentos na empresa

talentos

 

Uma economia em crise, um mercado pela alta competitividade local e, principalmente, uma nova competição a nível global, graças à Internet. Esses são só alguns dos tópicos mais frequentemente mencionados quando o assunto é garantir que a sua empresa não apenas sobreviva, mas vá além, projetando a sua marca e conquistando novos mercados. É claro que esses tópicos representam preocupações válidas, contudo, deixam passar um elemento essencial para o bom funcionamento do seu negócio: o fator humano.

 

Negligenciar o fator humano na gestão da sua empresa é um risco ao qual você, empresário, não pode se dar ao luxo de perder verdadeiros talentos para a concorrência. Por isso, hoje mais do que nunca, descobrir os potenciais talentos e ajudar a desenvolver a sua equipe são fatores essenciais para o sucesso da sua marca. Quer saber como? Então não deixe de conferir nossas dicas!

 

#1. Identificando os potenciais talentos da sua equipe

 

Como gestor, é sua função saber lidar não somente com números e planilhas, mas principalmente com pessoas. Isso inclui, é claro, lidar e abordar os clientes e fornecedores, resolvendo as dificuldades que porventura apareçam e mediando as negociações em favor da sua empresa. E, na correria do dia a dia, por vezes acontece de a sua relação com a equipe ser deixada em segundo plano.

 

  • O primeiro passo

Para começar a identificar os talentos da sua equipe é justamente trazer para primeiro plano a sua relação com cada um dos membros do time. Lembre-se: o seu papel não é (ou não deveria ser) o de mero gestor ou chefe: aquele personagem distante, desinteressado, rabugento e estraga-festa. Ao contrário! Os estudos na área da administração têm dado cada vez mais ênfase ao papel de liderança dos gestores de empresa: e, como você leitor bem sabe, um líder é aquela pessoa cuja autoridade é reconhecida pela equipe justamente porque ele também arregaça as mangas para se juntar ao time, ele também se interessa pelos colegas, ele também sabe contar uma piada, uma anedota, deixar o ambiente mais leve.

 

Um líder está suficientemente próximo da equipe para reconhecer os talentos e os potenciais de cada funcionário. Além disso, ele se coloca em uma posição acessível ao time, de forma que será lembrado e buscado nas horas de dificuldade, quando os funcionários precisarem de apoio ou orientação. Se você quer que a sua empresa se destaque no mercado, seja um líder, jamais um chefe.

 

  • O segundo passo

para a identificação de talentos é o trabalho com métricas e avaliações regulares da equipe. Uma boa prática é investir em processos de auditoria – internos ou externos – que permitam mensurar o desempenho da equipe como um todo e também de cada um de seus membros. Mantenha um portfólio, com as informações relevantes sobre o desempenho de cada funcionário: como metas e métricas das vendas realizadas, registro dos contatos efetuados com clientes, etc.

Por fim, na hora da avaliação, valorize não apenas o funcionário que bate metas, mas principalmente aquele que oferece um bom resultado de forma consistente ao longo do tempo, que apresenta boa postura com os colegas e que demonstra interesse nos rumos da empresa.

 

#2. Ferramentas para desenvolver ao máximo o potencial do seu time

 

Uma série de boas práticas simples podem ser adotadas dentro da sua empresa de forma a potencializar os talentos da equipe. Para citar três áreas inicialmente importantes, temos:

 

  • Boa comunicação interna: ferramentas simples como um quadro de avisos afixado em lugar visível ou, ainda, um calendário online compartilhado, são boas formas de manter a comunicação da equipe fluindo. Além disso, o uso de uma solução ERP online favorece a circulação dos dados necessários ao bom funcionamento da sua empresa.

 

  • Manutenção de um bom ambiente de trabalho: um ambiente descontraído e respeitoso é parte necessária do desenvolvimento mesmo de um verdadeiro espírito de equipe. Sem isso, o rendimento de seus funcionários fica prejudicado por fofocas e competições desmedidas, comprometendo igualmente a performance da empresa.

 

  • Remuneração que seja compatível com a função e competitiva no mercado: embora o salário não seja o único fator motivador da equipe, uma remuneração incompatível com a função gera desconforto e descontentamento. Além disso, a remuneração oferecida precisa ser competitiva, para evitar uma “fuga de talentos”.

 

Estas três áreas são essenciais para manter a sua equipe motivada, criando o ambiente ideal para o florescimento dos talentos da equipe. É claro, também, que por si só um bom ambiente de trabalho, com boa comunicação e justa remuneração não serão suficientes para levar ao máximo desenvolvimento o potencial do seu time. Para isso, investir em qualificação será vital.

 

#3. Como garantir uma qualificação profissional de qualidade para o seu time?

 

Inicialmente, lembre-se e deixe claro à sua equipe: a qualificação é uma responsabilidade dupla – tanto sua, como líder, no sentido de prover as oportunidades de melhoria, quanto deles, da equipe, no sentido de fazer o melhor uso e obter o melhor aproveitamento possível das oportunidades oferecidas.

 

Isso dito, invista em treinamento constante. Treinamentos internos, que repassem aos funcionários procedimentos da empresa, seus valores e objetivos são essenciais, especialmente para novos membros do time. Reciclagens constantes, focadas naqueles temas que são ou importantes por si só, ou que precisam de maior atenção da sua equipe, são igualmente válidas. Elas oferecem ainda a oportunidade de reunir periodicamente a equipe, para balanço do ano ou do semestre.

 

Treinamentos externos e workshops são opções válidas, assim como o oferecimento de bolsa de estudos para cursos que sejam do seu interesse que a equipe possua. É claro que, nesses casos, há que se pesar prós e contras de um tal investimento.

 

Por fim, seguindo as tendências mais modernas na área de ensino, a sua empresa pode optar por oferecer ao time a possibilidade de realizar treinamentos através de um EAD corporativo. Rapidez de aprendizado, mobilidade e a segurança oferecida por uma empresa consultora qualificada em treinamentos corporativos são só algumas das vantagens dessa opção para a sua empresa.

 

Afinal, se a ideia é investir em novos talentos e maximizar o potencial da sua equipe, nada melhor do que falar a linguagem do século XXI, não é mesmo?

Veja também

Leave a Comment