Dicas de e-commerce: 3 motivos para possuir uma loja online

O ambiente online trouxe muitas oportunidades de crescimento para as empresas. Sem horários de atendimento delimitados ou barreiras geográficas, atualmente é muito prático iniciar um negócio online e vender seus produtos ou serviços na internet. É prático, mas também desafiador.

 

O e-commerce brasileiro tem se consolidado e os números do E-bit não mentem. O Relatório do E-bit – versão 35 (2017)  analisou os resultados 2016 e registrou expansão nominal de 7,4% em relação ao ano anterior com faturamento de R$44,4 bilhões. Observa-se, assim, que o e-commerce mantém-se em crescimento “enquanto o varejo físico, por exemplo, encolheu mais de 10% nos últimos dois anos, de acordo com a medição do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)”.

 

Por isso, pensando neste crescimento, separamos nesta matéria 3 motivos para você investir nessa ideia e começar a organizar suas vendas na internet. Continue a leitura e aposte nas possibilidades do online:

 

  1. Sua loja disponível 24h por dia

O primeiro motivo é um dos grandes diferenciais em evidência. Por mais que a sua operação seja, efetivamente, executada durante o horário comercial, existem formas de automatizar diversas interações com o seu consumidor para que, mesmo quando ele comprar quando não tem ninguém da sua equipe online, ele tenha uma boa experiência, de informação e de relacionamento.

motivos-para-possuir-uma-loja-online

Em uma loja virtual, além disso, você pode adotar estratégias diferenciadas de divulgação e de exibição de produtos. Por exemplo, em vez de apenas vitrines virtuais com fotos e descrições, você pode apostar em vídeos ilustrativos e explicativos sobre seus produtos e serviços. Ao disponibilizar informações claras, em diferentes formatos, você garante um melhor alinhamento da expectativa do consumidor em relação aos seus produtos. Lembre-se que não há vendedores no e-commerce e o mesmo deve estar preparado para sanar as dúvidas dos consumidores (por meio da descrição, fotos, etc.).

  1. Menor custo de investimento e manutenção

É claro que existem custos iniciais com a plataforma de e-commerce, as integrações e as taxas dos meios de pagamento e empresas logísticas, além de investimento no mix de produtos.

 

Entretanto, ainda assim, não precisará se preocupar, por exemplo, em alugar um espaço em um bom ponto comercial para vender. Precisará investir corretamente em meios de divulgação online, como links patrocinados do Google e Facebook Ads, por exemplo. O Inbound Marketing, também, é uma metodologia voltada aos resultados que pode lhe ajudar a acelerar suas vendas online. Um planejamento de marketing para e-commerce é essencial.

 

  1. Seu estoque será funcional

O monitoramento de indicadores de resultados dentro da sua loja virtual, considerando produtos com mais fluxo de saída, os mais encalhados, o ticket médio da sua loja e quais são os itens buscados pelos compradores que você ainda não oferece, pode oferecer a você insights relevantes para priorizar, excluir ou acrescentar novas peças ao seu catálogo virtual.

 

Além disso, existem formatos de lojas virtuais que trabalham com estoque sob demanda, possibilitando inclusive a customização de produtos para trabalhar o “exclusivo” e garantir um nicho ainda mais específico de audiência. Vale dizer que, nesse caso, o consumidor já espera um prazo maior para receber seu produto, portanto, é preciso que ele atenda às suas expectativas e que a comunicação sobre o status da compra seja transparente e sempre atualizada.

 

E então, que tal começar a pensar em abrir sua loja online? Comece a pesquisar por plataformas e-commerce (como a AGEC E-commerce) e encontre uma plataforma que lhe possibilite iniciar e crescer nas vendas online. Ainda precisa de mais motivos? Você encontra mais informações sobre esse conteúdo em um ebook gratuito. Faça o download clicando aqui e continue a leitura. Boas vendas!

 

Veja também

Leave a Comment