AS MELHORES DICAS PARA A SUA EMPRESA!

O que é Gestão da Qualidade e ISO 9001?

O que é Gestão da Qualidade e ISO 9001?

A Gestão da Qualidade pode parecer um tanto abstrata para aqueles que ainda não a utilizam, uma promessa de resultados excelentes para a organização, mas que muitas empresas ainda seguram investimento por considerar apenas um custo a mais. Saiba que é possível economizar através de etapas de planejamento, execução e análise bem definidas, assim como comprometimento de equipe para realizá-las. Isso tudo pode ser garantido pela gestão da qualidade. Mas como?

 

Fica aqui a primeira dica: Meça os custos da sua empresa, provavelmente vai encontrar gastos mal aplicados, então aposte no sistema de gestão da qualidade e compare os resultados, você vai se surpreender! E se o seu objetivo é entender mais à fundo sobre Gestão da Qualidade ou até mesmo preparar o terreno dentro da empresa para implementá-la, é importante que leia esse texto até o final.

 

Para explicar como o SGQ pode ser aplicado, separamos o tema em três partes e garantimos que conhecer os conceitos abaixo é o primeiro passo para uma iniciação de sucesso na gestão da qualidade de qualquer organização!

 

 

O que é ISO?

 

A ISO é uma organização internacional independente, não governamental, com membros em 162 órgãos nacionais de normalização. Seu comprometimento está em reunir especialistas para compartilhar conhecimentos e desenvolver padrões internacionais voluntários, consensuais e relevantes para o mercado, que apoiem a inovação e ofereçam soluções para os desafios globais. Ou seja, a ISO cria padrões mundiais, através de normas e requisitos que, ao serem seguidos, trazem maior entendimento global sobre determinado assunto, como por exemplo, a Qualidade.

 

ISO 9001:2015

 

gestao de qualidade iso9001

Entre suas diversas normas, a famosa ISO 9001 engloba padrões com o intuito de orientar a gestão da qualidade global. Através da sua orientação, empresas garantem consistência na qualidade, sempre buscando o aprimoramento e satisfação das partes interessadas (stakeholders), com foco na abordagem dos processos e na melhoria contínua.

Englobando critérios para a gestão da qualidade seguidos por mais de 170 países em pequenas e grandes empresas atuantes em diversos segmentos. A ISO 9001:2015 é a versão mais atualizada da norma.

 

O que é Gestão da Qualidade?

 

A Gestão da Qualidade dentro da organização é a medida para produção consistente de produtos/serviços que atendem necessidades específicas de cada cliente. Desta forma, a Gestão da Qualidade deixa de ser opcional, pois pode trazer grandes vantagens para a organização, como redução de custos e resultados mais eficazes, assim como a melhor posição de seu lugar perante a concorrência.

 

O que é Sistema de Gestão da Qualidade?

 

Após entender o que a gestão da qualidade significa dentro da organização, chega a fase de aplicá-la. Para isso é utilizado o Sistema de Gestão da Qualidade, com a finalidade de medir processos, diminuir a probabilidade de erros e garantir maior organização interna, qualidade na entrega de produtos/serviços e satisfação do cliente.

 

O SGQ pode ser aplicado de diferentes formas, a ISO 9001 em sua base utiliza o ciclo PDCA (em inglês, Plan, Do, Check, Act: Planejar, Fazer, Analisar, Agir) focando em processos, visando a melhoria contínua. Dois métodos bastante utilizados para executar o SQG são:

 

  • Aplicação em planilhas de Excel
  • Utilização de um software automatizado

 

As duas maneiras funcionam, embora a automação torne todo o processo mais fácil e menos passível de erro.

 

Outro conceito proposto pela ISO é formado por princípios, conhecidos como os 7 princípios da qualidade, que são:

 

– Foco no cliente: A satisfação do cliente sempre foi tomada como o principal foco das organizações, que buscam satisfazer suas necessidades específicas e essa forma de pensar está totalmente correta.

 

O foco no cliente ultrapassa o interesse de venda do produto e vai de encontro à sua satisfação, inclusive atuando em momentos em que você não pode entregar o produto (seja por problemas de estoque ou entrega, por exemplo), mas ainda procura dar suporte para que ele não seja lesado. Lembre-se de que o cliente não deve ser valorizado apenas quando finaliza uma compra, mas no processo como um todo.

 

– Liderança: O comprometimento dos líderes da organização é fundamental para que seus colaboradores tenham preocupação equivalente com o sistema da qualidade, assegurando que este esteja de acordo com a política e objetivos da qualidade e que sejam compatíveis com o contexto e direção estratégica da organização.

 

Como citado no início deste artigo, muitas organizações ainda veem o sistema de gestão da qualidade como um custo, por isso é muito importante que existam líderes interessados e comprometidos que acompanhem os processos de perto e transmitem seu valor de importância para todos os envolvidos, permitindo que a Qualidade faça seu papel dentro da empresa, inclusive, diminuindo custos.

 

– Engajamento das pessoas: Partindo do princípio da liderança, é necessário que todos os colaboradores se envolvam ativamente com o SGQ, pois a partir do momento em que existe esse engajamento, a probabilidade de falhas diminui e as chances dos processos serem executados com maior eficácia aumentam, assim como a produtividade da empresa.

 

– Abordagem de processo: A padronização está nos processos e fortalece a gestão da qualidade, por isso a abordagem de processos permite que a organização controle a relação e interdependência entre os processos do sistema, gerando melhoria em seu desempenho.

 

O ciclo PDCA é uma forma de garantir essa abordagem. Através da mentalidade de risco, visa tirar proveito das oportunidades e prevenir resultados indesejados.

 

– Melhoria: Através de planejamento e ações corretivas, a melhoria deve ser buscada continuamente pela empresa, não apenas para que seus indicadores sejam satisfatórios, mas para que os resultados, positivos ou negativos, recebam as ações necessárias para serem absorvidos positivamente pela organização, desta forma, conquistando melhoria nos processos e gerando padrões mais assertivos que poderão ser seguidos.

 

O ciclo PDCA tem foco em melhorias, permitindo que a empresa siga aprimorando seus processos continuamente. A cada ciclo fechado um novo é aberto, o que permite o reinício tanto para resolução de problemas, quanto permitindo que processos evidenciados como eficazes sejam aprimorados.

 

– Tomada de decisão baseada em evidência: O armazenamento de evidências é obrigatório na ISO 9001. Ele indica o resultado das análises feitas dentro dos processos da organização, servindo de base para que ações sejam mantidas ou sirvam de apoio para que novas ações sejam tomadas, potencializando o sistema de gestão da qualidade da empresa.

 

Fica muito mais fácil e assertivo tomar uma decisão a partir de exemplos reais de casos semelhantes que aconteceram anteriormente, assim a equipe diminui a probabilidade de erros.

 

– Gestão de relacionamento: Este princípio visa que todas as partes de interesse na organização ganhem com ele, através de colaboração mútua e maior comunicação.

 

Cada parte interessada tem um impacto na organização e esses relacionamentos precisam receber a atenção que merecem. Um exemplo disso são seus fornecedores, você precisa ter conhecimento do impacto que eles têm sobre sua empresa, assim como deve transmitir a eles esse nível de importância para que haja colaboração e desempenho equivalente. Da mesma forma, é fundamental possuir fornecedores que partilham da mesma preocupação com o SGQ.

 

O que mais preciso saber sobre Gestão da Qualidade?

 

Para entender um assunto por completo, nada melhor do que aprendizagem constante. São muitas as formas existentes para aplicar a Gestão da Qualidade nas empresas, métodos e ferramentas que quando aplicados de maneira correta e constante podem ajudar no desempenho desde à produção, até o atendimento ao cliente.

 

A Qualyteam, empresa desenvolvedora de software para Gestão da Qualidade, gera diversos conteúdos gratuitos como este sobre o assunto em suas redes. Você pode conferir tópicos no blog, canal no Youtube, e também acompanhá-la no Facebook e LinkeIn. Vale a pena conferir!

 

Leia também:  7 Vantagens da Gestão à Vista para a sua Empresa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *