É complicado investir em ações?

investir-em-acoes

Muitas pessoas pensam que para investir na bolsa de valores iniciante é complicado, que é necessário milhões de reais ou mesmo conhecimento avançado em análise de gráficos. Na verdade, investir na bolsa de valores é bem mais simples do que parece.

Houve uma época que era realmente mais complicado. Não que fosse impossível, mas a burocracia para investir na bolsa era maior. Hoje em dia, com o advento da internet, ficou bem mais fácil.

Qualquer um pode investir em ações sem sair de casa. Para isso, basta acessar o home broker de uma corretora de valores e operar.

O home broker é um sistema interligado ao sistema da bolsa e através dele o investidor pode enviar ordens de compra e venda de ações em segundos. O problema é que ainda existem vários mitos sobre a bolsa e que por causa disso muitas pessoas não se sentem à vontade para começar a investir.

Neste artigo vamos desmistificar essas duas afirmações.

1 – Para investir em ações precisa ser rico?

Não! Na verdade, não existe um valor mínimo para começar a investir em ações. No momento em que escrevo este artigo uma ação da Petrobrás pode ser comprada por cerca de 28 reais.

Então, se você tem 28 reais sobrando pode se tornar sócio da Petrobrás.

O que acontece é que para investir em ações você deve abrir conta em uma corretora. É através dessa corretora que suas ordens de compra e venda serão enviadas.

Mas as corretoras, assim como todo mundo, não trabalham de graça. Ao comprar ações você além de pagar por elas, precisa pagar também pelos custos de corretagens.

Assim, as corretagens variam de corretora para corretora. Umas cobram um valor fixo, 15 reais por exemplo, e outras um percentual do valor operado. E o que pode acontecer é que algumas corretoras podem exigir um valor mínimo por operação.

Com isso você pode encontrar corretoras que podem exigir como valor mínimo 200 reais por operação, por exemplo. Mas já deu pra entender que não precisa ser nenhum magnata para investir em ações, não é?

2 – Para investir em ações precisa saber análise gráfica?

Quando falamos em mercado financeiro logo nos vem à cabeça vários monitores de computador mostrando gráficos complicados. Isso nos dá a ideia de que para investir em ações é preciso entender sobre análise gráfica.

Acontece que a análise gráfica é somente uma estratégia que você pode seguir. Mas você também pode optar por uma estratégia que não precise ter conhecimento de gráficos.

Você pode separar parte das suas economias mensais e ir comprando ações em intervalos programados. Essas ações serão mantidas com você por tempo indeterminado.

E se você pensou que é preciso vender as ações para conseguir embolsar os lucros está enganado. Seguindo essa estratégia você vai acumular patrimônio em ações e obter renda através dos dividendos distribuídos pelas empresas das quais você tem ações.

Assim você vai construindo uma renda passiva ao longo do tempo.

Concluindo

Para investir em ações não é necessário ser milionário e nem ser um expert em matemática. Se você guarda parte do seu dinheiro pode investir isso aos poucos comprando ações de boas empresas.

Dessa forma, você vai acumulando patrimônios ao longo do tempo e são eles que vão proporcionar a você uma renda através de dividendos.

E o que são dividendos de ações? Bem, o dividendo é a parte do lucro que é distribuído aos acionistas.

Como o acesso a bolsa de valores hoje está bem fácil, essa é uma boa oportunidade de investimento para quem poupa dinheiro. Afinal de contas, com pouco dinheiro você pode se tornar sócio das melhores empresas do país.

Veja também

Leave a Comment