Dicas para ter uma loja virtual de sucesso

loja virtual de sucesso

Sabemos bem que não basta ter um e-commerce muito bem elaborado visualmente, com imagens profissionais, mas no fim do dia não ter vendas, não é verdade?

Atualmente, os empresários estão percebendo que a criação de uma loja on-line não é tão fácil quanto parece, o que se assemelha muito a uma loja física. E neste artigo, compilamos várias dicas para você que quer ter uma loja virtual ou caso precise melhorar o desempenho da sua.

Antes de criar uma loja virtual…

Antes de criar uma loja virtual, deve-se levar em conta que é um mito quando dizem que é muito mais fácil vender online do que pessoalmente, no entanto, uma vez que exista um plano e uma estratégia definida, de fato, o público virtual é mais amplo, você pode ter muito mais alcance. Aí sim, uma loja virtual tem um potencial muito maior que uma loja física, mas para chegar lá, é preciso de bastante investimento.

Vamos conversar hoje sobre alguns pontos que valem ser discutidos em 2020 para quem busca ter um e-commerce com boas vendas.

Estratégia para atrair clientes para sua loja online

  • Traga valor, dando a cara a tapa, falando com transparência e honestidade sobre seus produtos, é isso que gera confiança no consumidor em relação ao seu negócio. É melhor você assumir que um produto não é tão bom e perder com as vendas dele, do que vender algo ruim e acabar com a imagem da sua empresa. Lembre-se que existem sites como Reclame Aqui e as redes sociais para lembrar aos outros clientes o quão insatisfeitos eles estão de comprar na sua loja.
  • Não venda produtos por suas características, mas sim pelos seus benefícios, pense como o cliente e você entenderá melhor este ponto.
  • Ter um blog, funciona como o melhor comercial que a empresa pode ter, funciona 24 horas por dia para você e atrai visitantes, transmite confiança e gera vendas mais facilmente, além de tirar dúvidas e divulgar o seu produto.
  • Como ninguém o conhece no início, é recomendável que você se conecte com outras pessoas que já têm alguma visibilidade no setor, pois você consegue gerar autoridade e confiança desde o começo.

Recomendações para criar sua loja online

A instalação de um e-commerce depende da pessoa e da situação de cada empresa, orçamento, tempo que você precisa dedicar ao projeto e da necessidade ou urgência necessária para que essa empresa gere vendas o mais rápido possível.

Lembre-se que há muitos custos em ter uma loja virtual, começando com: criação de site, fotografia dos produtos, vídeos, vários softwares envolvidos, como de gestão (ERP, CRM), chat, entre outros gestores de canais de comunicação, anúncios e por aí vai.

Estas três dicas te ajudarão com a parte financeira:

1.- Se você tem baixo orçamento, mas tem tempo, faça você mesmo. Existem inúmeras plataformas, inclusive, muitas brasileiras que, sozinho, você consegue configurar a sua loja sem muito esforço. Então, já é uma boa maneira de economizar. Lembrando que estas ferramentas têm um baixo custo comparado-as a um desenvolvimento feito por uma empresa que trabalha apenas criando lojas virtuais, porém, conta com limitações também.

2.- Se você não tem tempo e dinheiro, contrate alguém para fazer isso para você. Assim você deixa toda a parte técnica para quem entende e foca nas vendas e no marketing da loja.

3.- Pesquise a concorrência, veja quem está vendendo, o tráfego no site deles, como anunciam, como utilizam redes sociais. Tirando um tempo para pesquisar, você consegue rapidamente obter muitas informações sobre o mercado que está prestes a entrar e ter uma ideia básica de investimento.

Aspectos relevantes para ter uma loja online

As imagens que você usa no seu conteúdo

A primeira coisa que analisamos em uma loja que não está gerando os resultados esperados, são as imagens.

Precisamos ter imagens que destacam os detalhes, as pessoas não podem tocar no produto, temos que torná-lo conhecido com as imagens.

E mais importante é adicionar vídeos para descrever seus produtos. O vídeo vende muito mais do que a imagem, porque agrega mais valor e faz diferença com a concorrência, ou seja, se você possui os mesmos produtos, mas possui um vídeo explicativo, vende muito mais, mesmo a preços mais altos.

Sim, requer um esforço extra, mas vale a pena!

Armazenamento físico versus armazenamento virtual

Partindo do perfil dos empresários que já possuem uma loja física e desejam dar o próximo passo, antes de iniciar o comércio eletrônico, eles devem levar em consideração os seguintes aspectos básicos:

  • Sincronize o inventário de produtos físicos com os que você oferece em sua loja online para saber exatamente quais quantidades você pode vender em estoque. Você pode utilizar um software de gestão empresarial online para este fim.
  • Verifique os custos de envio. Existem vários estudos que mostram que os custos de envio são um fator-chave na decisão de compra do consumidor. E tome muito cuidado de não utilizar transportadoras problemáticas na qual o cliente jogará toda a culpa por atrasos nas suas costas.

Considera utilizar ads e SEO juntos

SEO consiste em posicionar a sua loja de forma orgânica nos primeiros resultados do Google para determinadas pesquisas. Já o uso de anúncios, é uma forma paga de conseguir aparecer para o seu cliente.

O que acontece é que conseguir tráfego orgânico está cada vez mais difícil e é preciso de tempo e muita dedicação para conseguir se posicionar bem, mas uma vez que se consegue, você vende muito sem precisar investir tanto em tráfego pago, mas nem sempre você vai conseguir se posicionar bem todos os seus produtos.

Por isso, é importante aliar anúncios, como Google e Facebook Ads com uma boa campanha de SEO.

Também não é interessante contar apenas com anúncios, uma vez que a concorrência tende a crescer cada dia mais e você pode estar disputando anúncios com uma empresa milionária ou até bilionária e não seria uma briga justa, por isso, você deve andar com os pés nos dois mundos: orgânico e pago.

Conclusão

Em 2020, o comércio eletrônico vai continuar vendendo mais que nunca e é importante você se planejar bastante antes de tomar qualquer decisão e tratar sua loja virtual como um negócio que precisa de tanta atenção quanto uma loja física.

Artigo escrito por Wellington Duarte da Web No Rio.

Veja também

Leave a Comment