AS MELHORES DICAS PARA A SUA EMPRESA!

Métricas de vaidade: entenda quais são e porquê você deve evitá-las

Métricas de vaidade: entenda quais são e porquê você deve evitá-las

As métricas são parte importante de qualquer plano de marketing, pois são elas que irão mostrar se as ações realmente estão produzindo os resultados esperados.

No entanto, muitos erram ao determinar os parâmetros a serem avaliados porque escolhem aqueles que parecem promissores, mas não representam a real situação das ações colocadas em prática.

Esse é o caso, por exemplo, das métricas de vaidade. No caso desse tipo, o uso delas para medir resultados pode atrapalhar o desempenho do plano e tornar algumas estratégias ineficientes.

Para saber mais sobre as métricas de vaidade e como evitá-las, continue lendo!

O que são métricas de vaidade?

As métricas de vaidade correspondem aos dados que de primeiro momento impressionam, mas não representam o sucesso de uma estratégia.

Números de seguidores, curtidas e visualizações são alguns exemplos. Esses dados têm esse nome porque podem até parecer otimistas mas, sozinhos, apenas servem para envaidecer a equipe de marketing. Eles pouco fazem para auxiliar na tomada de decisões importantes.

Por que devo evitá-las?

Quando dizemos que as métricas de vaidade não ajudam na tomada de decisões, não estamos dizendo, necessariamente, que elas são descartáveis.

Em tempos de redes sociais, onde a presença das empresas e profissionais nesses meios é imprescindível, elas são importantes para verificar o alcance de publicações e até analisar quais são os conteúdos que mais atraem o interesse das pessoas.

No entanto, as métricas de vaidade não medem a saúde do seu negócio. Por esse motivo, direcionar boa parte dos esforços para a coleta desse tipo de informação, muitas vezes, se torna perda de tempo, já que elas não ajudam a traçar estratégias efetivas.

 

Cuidado com os números que você acompanha!

Ao acompanhar os números de curtidas, visualizações, seguidores e comentários, tenha em mente que eles são importantes, mas não devem ser métricas principais.

Sempre que for definir quais informações monitorar, pense sobre as ideias que podem surgir a partir delas. Assim, você será mais certeiro na escolha dos dados que melhor irão apoiar as decisões tomadas no futuro.

Afinal, quais são as métricas de vaidade?

Agora que você já sabe o que são métricas de vaidade e porque elas devem ser evitadas, chegou a hora de conhecer alguns exemplos e como eles se aplicam no dia a dia das estratégias de marketing digital no instagram, facebook e demais plataformas.

 

Likes

É muito comum vermos empresas medirem o sucesso de uma campanha nas redes sociais pela quantidade de likes que cada post consegue. No entanto, apesar de empolgantes eles não dão nenhuma informação realmente relevante.

Investir em produção de conteúdo para web é, sem sombra de dúvidas, uma medida importante para marcar presença na web. No entanto, devemos levar em consideração que as pessoas curtem postagens por uma série de motivos, seja pelo título do conteúdo, da imagem, entre outros elementos.

Porém, nenhum desses fatores vai te dar um direcionamento para tomar as decisões importantes para o plano de marketing como um todo. É por isso que as curtidas não devem ser tidas como métricas principais.

Além disso, devemos lembrar que curtida não é sinônimo de venda.


Cliques

A taxa de cliques é importante para verificar se as pessoas estão de fato acessando seu blog, site, anúncio, ou qualquer outro meio. Por isso, podemos dizer que ela é indiscutivelmente importante para as suas estratégias.

Por outro lado, se não há um objetivo claro por trás dessa métrica ela se torna um número irrelevante.

É importante ressaltar também que o número de cliques em determinada página de nada adianta se o número de conversões ou permanência é muito baixo.

 

EXEMPLO

Se os cliques não se transformam em resultados positivos, eles não têm muita importância para o planejamento como um todo.

Para você entender melhor esse princípio, imagine o seguinte cenário:

Uma empresa  de consultoria tributária e contabilidade apostou na produção de conteúdos para aumentar o tráfego do site e o preenchimento de uma landing page criada para que as pessoas pudessem marcar horário para consultorias com contadores.

Quem pesquisou por “preciso de um contador para abrir uma empresa” encontrou essa página na primeira página do site e, portanto, a empresa conseguiu uma taxa alta de cliques.

Porém, esses cliques precisam se transformar em preenchimento da landing page. Caso contrário, não representam nada de importante para a empresa e seus objetivos.


Compartilhamentos

Em tempos de internet, quanto mais gente compartilha seus conteúdos mais alcance ele ganha na rede.

No entanto, o número de compartilhamentos não reflete necessariamente o sucesso do seu plano, pelo menos não em um primeiro momento.

Apesar de ser algo importantíssimo para aumentar o tráfego para o site, apenas isso não é o suficiente para gerar resultados. É necessário continuar prendendo a atenção do público para que ele avance no funil de vendas e continue em contato com você.

Sendo assim, o compartilhamento é um início, mas não deve ser usado para medir o desempenho das ações e guiar a gestão das redes sociais.

 

Seguidores

Assim como as curtidas e compartilhamentos, o números de seguidores impressionam, mas pouco dizem para um gestor de marketing e até administrativo a real situação da empresa ou da divulgação.

Apesar de como ganhar seguidores no facebook, no Instagram ou em outras redes sociais ser foco de muitas empresas, o número de seguidores não é sinônimo do sucesso da organização. Basta pensar que muitas pessoas que o seguem não interagem com a página. Algumas, inclusive, até esquecem que o seguem.

Sendo assim, tão importante quanto o número de seguidores é o nível de engajamento de quem o segue.

 

Quais as métricas que você deve focar?

Os exemplos citados acima são apenas algumas métricas de vaidade que devem ser evitadas.

Para que os resultados sejam devidamente acompanhados e mensurados, fique atento às seguintes métricas:

Taxa de Conversão de Campanhas

Como explicamos anteriormente, toda campanha tem um objetivo. Seja ela vender um produto, contato, entre outros.

Assim, a taxa de conversão de uma campanha representa o quanto do objetivo estipulado foi atingido.

Se a (palavra-chave) criou uma campanha para aumentar (exemplo de objetivo) é necessária acompanhar a porcentagem de conversões obtidas.

Dessa forma, é possível acompanhar quanto do tráfego vindo de campanhas pagas, como no Google AdWords, realmente está gerando conversões e fazer os ajustes necessários.

Lifetime Value

O Lifetime Value, também conhecido pela sigla LTV, é uma métrica extremamente importante, pois ela demonstra o valor que o cliente tem para a sua empresa.

O LTV diz respeito ao ciclo de vida do cliente dentro da empresa. Isso quer dizer o quanto de lucro ele gera a partir das compras e o tempo total do relacionamento entre as partes.

Essa métrica serve não só para saber quanto cada pessoa gasta, mas também para determinar por quanto tempo elas permanecem com a empresa.

A partir daí fica mais fácil fidelizar clientes e influenciá-los a fazer novas compras. Afinal, é muito mais fácil e barato vender para quem já é cliente do que captar novos.

 

Custo de Aquisição Por Cliente

Assim como é importante saber o valor injetado por clientes na empresa, também é necessário ter a noção do quanto você gasta para captar os novos.

Aqui serão levados em consideração investimentos com marketing e vendas, além de infraestrutura, salários e comissões.

Com essa métrica será possível identificar problemas a serem corrigidos, com o objetivo de manter o equilíbrio entre ganhos e gastos.

Agora é só pôr em prática!

Agora que você já sabe um pouco sobre métricas de vaidade, chegou a hora de analisar os parâmetros utilizados na sua empresa e detectar aqueles que não estão te ajudando a divulgar e fazer crescer a sua marca.

É importante ressaltar que assim como em qualquer processo, as estratégias não nascem perfeitas. Ao longo do caminho você terá que fazer uma série de aperfeiçoamentos e mudanças, incluindo a escolha de métricas.

Conteúdo produzido por Business Connection

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *