Como fazer negócios na internet

negócios pela internet

 

Para começarmos a falar sobre negócios na internet precisamos entender um fato essencial: o jeito de vender mudou! (e o de comprar também). E é exatamente isso que dita o desenvolvimento dos negócios dessa era. Aquelas empresas que estão acompanhando e olhando para esse ‘’novo jeito de vender e comprar’’, estão em vantagem.

Um novo jeito de vender

 

E de fato, qual é esse novo jeito?

Antes, os vendedores vendiam. Hoje, as pessoas compram. Elas decidem o que fazer, quando fazer e pesquisam tudo sobre o produto e/ou serviço antes de comprar. Elas escolhem o que querem assistir, quando e em qual canal de comunicação.

Percebe como o ‘’poder’’ está mais na mão do consumidor do que nunca? Vivemos na era do ‘’Gosto de comprar e não de que vendam para mim’’. E é claro que não estamos excluindo os bons vendedores da jogada. O conceito chave é a adaptação desses bons vendedores e de toda a estratégia de vendas das empresas.

A reputação das empresas sempre foi motivo significativo na hora da tomada de decisão e isso se expandiu. Expandiu porque surgiram mais meios de comunicação, expandiu porque a internet dominou e domina grande parte do mundo e toma a maioria do tempo da maioria das pessoas.

 

Uma nova forma de apresentar sua empresa

 

A internet não só mudou e interferiu no processo dos negócios, como mudou a rotina e o modo de agir de mais da metade da população. Hoje, um minuto é suficiente para acabar com a reputação de uma empresa. E esse mesmo minuto pode ser a glória de outra.

O novo jeito de vender deve considerar o novo jeito de comprar. Deve considerar que antes de comprar, a maioria do mundo faz uma boa busca pelo profundo universo do nosso querido amigo Google.

Quem está comprando, fechando ou negociando, vai em busca de informações, menções, reclamações e quando de fato, compra, fecha ou termina a negociação, já tem muita informação na manga (o que vai influenciar positiva ou negativamente). Agora, imagine aquelas empresas que não estão presentes nesse universo… Sabe qual é a sensação da nova geração? Elas nem existem…

Pronto. Já entendemos o primeiro indicador: negócios do futuro consideram a internet! E aqui não estamos falando (somente) de reuniões por Skype e insade sales. Os negócios não necessariamente são fechados por lá mas CONSIDERAM que precisam marcar presença positiva por lá, já que é o que vai influenciar diretamente no fechamento. E mais do que isso: usam a internet para gerar contatos quentíssimos para seus vendedores finalizarem as vendas.

 

Mesmos caminhos não levam a destinos diferentes

 

Empresas consideradas líderes de mercado em inovação fecharam as portas porque não souberam se adaptar e considerar um futuro um tanto quanto diferente.

Não significa que quem está na crista da onde agora, vai continuar nela pelo resto dos tempos. E também não significa que quem não está na crista da onda agora, não vai estar daqui a pouco. E isso diz respeito a um conceito fundamental: planejamento.

Não só de um mês, não só de um semestre. Planejamento a longo prazo. Anos!

E ai é que pensamos: o que estamos plantando agora para colher daqui um tempo? Como estamos nos preparando para o futuro que acontece todos os dias?

Não existe mágica. Inclusive, devemos desconfiar dos que prometem soluções de vendas tão instantâneas assim. O segredo está no planejamento! E os negócios do futuro (e internet) devem considerar isso.

Para construir uma boa reputação na internet, precisamos de um volume de conteúdo considerável, precisamos de periodicidade, criação de relevância e público fiel. E isso só acontece com muito planejamento – e tempo para maturação.

 

Como começar negócios na internet

 

Os negócios na internet são consequência da produção de um BOM conteúdo. No site, nas redes sociais e em todos os lugares que a persona da empresa está. Se todo mundo busca informação na internet, as empresas que produzirem informação de qualidade saem na frente, certo?

E para produzir um conteúdo de boa qualidade e que realmente entregue valor, o primeiro passo é: quem vai consumir? Quem a empresa quer atingir? Para quem ela vai produzir?

 

Criação de persona

 

É a hora de criar as PERSONAS – representações dos clientes ideais, aquele que a empresa quer atingir diretamente. Aqui nós personificamos um indivíduo fictício, baseado em dados reais e pesquisa de público. Siga o passo a passo para começar a criação aqui.

 

Jornada de compra

 

A produção de conteúdo também deve considerar a jornada que as suas personas percorreriam até chegar no momento de compra. Que tipos de conteúdo a persona precisa para estar totalmente ‘’convencida’’ e inclinada a fechar um negócio? O que é importante para ela e em que momento? Quanto tempo, em média, ela demora para de fato, fechar o negócio?

 

Funil de vendas

 

Sabe-se para quem produzir, quem se deve encantar e que tipos de comportamentos e indicadores tornam essas pessoas potenciais clientes para fechar negócios. Ok. Só que de fato, quantas pessoas precisam visitar meu site, para que eu feche 4 novos negócios todos os meses, por exemplo? Quantas dessas pessoas são, de fato, as personas que eu estou buscando?

Organizar um funil de vendas nos permite olhar de forma mais simples e clara para todas essas informações. Ele é fundamental em um bom processo de vendas, já que nos apresenta dados e identificação de taxas de conversão, por exemplo.

Se eu tenho muitos visitantes, muitos leads e muitos contatos qualificados em meu site mas não estou fechando vendas, a minha taxa de conversão nessa passagem de etapa, é o problema. Talvez a minha equipe de vendas não esteja sendo efetiva para fechar os contatos que o marketing está gerando.

funil de vendas

Todos estes conceitos devem estar atrelados a uma boa estratégia de Marketing Digital que considere as constantes mudanças, atualizações e ferramentas presentes no fantástico mundo dos negócios na internet.

Vivemos nessa era do conteúdo e a internet vem sendo um palco e tanto para eles. Sobrevivem as empresas que estão acompanhando e educam muito mais do que vendem. O que é afinal, uma consequência de boa estratégia.

Bons negócios na internet! E até a próxima.

Autora:

Silvana Carias – CEO da Kryptonita Comunicação

Postagens relacionadas

Veja também

Leave a Comment