3 etapas para construir um orçamento de marketing sólido

orçamento de marketing

 

Desenvolver um orçamento de marketing sólido é uma parte importante da criação de um planejamento financeiro anual realista, e te ajudará muito a aumentar a receita da sua empresa com alto grau de previsibilidade.

 

Sem um orçamento sólido, você pode acabar estourando seus custos em marketing digital, ou sub investindo a ponto de não trazer resultados relevantes para a sua empresa. É no equilíbrio que está o segredo.

Como chegar nesse ponto ideal? Não existe uma fórmula mágica, mas aqui estão três etapas que irão lhe ajudar a organizar suas finanças atuais, determinar onde investir em marketing e fazer análises de performance e ajustes de rota periódica e estrategicamente.

Etapa 1: Organizar informações financeiras

 

O primeiro passo para criar um orçamento de marketing sólido é se organizar sobre sua situação financeira atual. Se você estiver trabalhando com base em estimativas e imprecisões, é impossível criar um orçamento de marketing realista.

 

A compreensão das suas finanças começa com a organização das suas fontes de receita. Você precisa saber quanto dinheiro sua empresa faz mensalmente e as variações que podem existir mês a mês, dentro de uma banda de variação o mais precisa possível. Embora a renda possa variar significativamente ao longo do ano, você deve organizar a informação com base no que chamo de “receita confiável”.

 

Tenha uma receita confiável

 

A “receita confiável” é a quantidade mínima de dinheiro que sua empresa faz a cada mês. Por exemplo, se a sua empresa tiver, historicamente, uma receita entre R$50.000 por mês e R$70.000 por mês, a receita confiável é o valor mais baixo de R$50.000 por mês. Qualquer quantia acima desse mínimo mensal é receita extra que não pode ser adicionada ao orçamento, pelo simples fato de que não é confiável e altamente suscetível à mudanças.

 

Depois de organizar a receita total confiável que você pode esperar ganhar mensalmente, você precisa subtrair as despesas. Suas despesas provavelmente incluem o aluguel de um espaço, o custo dos insumos do seu produto, o custo da folha de pagamento, etc.

 

Organize suas despesas

 

Atualmente, existem diversos ERP’s incríveis e acessíveis, que permitem a gestão fácil e integrada das finanças, estoque e lançamentos fiscais da sua empresa.

Todas as despesas pagas mensalmente devem ser subtraídas da receita bruta antes de tentar criar um orçamento de marketing. Um orçamento de marketing saudável e realista sempre se concentrará na renda que excede as despesas, e não na receita bruta gerada – o que gosto de chamar de receita disponível.

 

Determine seus investimentos

 

Após determinar a quantidade de renda disponível para sua empresa, estabeleça todas as verticais de investimento para as quais o dinheiro pode (e deve) ir em sua empresa. O marketing é apenas uma área de foco que você precisa incorporar em um planejamento financeiro anual. Você também deve considerar, por exemplo, em pesquisa e desenvolvimento de novos produtos, renovação de ativos físicos e provisionamento de caixa para despesas inesperadas.

 

Divida o dinheiro com base em seus objetivos. Por exemplo, se seu principal objetivo é atrair clientes e você está congelando as contratações de novos colaboradores até sua base de clientes ser mais forte, então você está liberando uma parcela do capital excedente e pode colocar mais dinheiro no orçamento de marketing.

 

Crie metas

 

Se o seu objetivo é criar um segundo escritório, sede ou loja, então você deve colocar uma parcela maior da renda disponível na ampliação dos ativos físicos (em contabilidade, o chamado passivo imobilizado) e reservar menos para divulgar e comercializar seus produtos até que a nova localização seja estabelecida.

Etapa 2: Determinar os canais de investimento

 

Depois de saber o valor total disponível para investir em marketing, a próxima parte da criação de um plano sólido é organizar como você pretende gastar esse dinheiro. Três fatores principais contribuem para a forma como você aloca os fundos de marketing: o tamanho do orçamento, suas experiências passadas e os canais com maior probabilidade de atingir seu público alvo.

 

Qual o tamanho do seu orçamento?

 

Comece a alocação com base no montante. Se você tem um orçamento de marketing limitado, considere anúncios em pequenas impressões, anúncios on-line, mídias sociais e publicidade por e-mail para trazer novos clientes, preferencialmente com o auxílio de uma agência digital que vai te ajudar a maximizar o retorno sobre o investimento.

 

Com um orçamento significativo de marketing, surgem também oportunidades de incluir anúncios de rádio e televisão para oferecer um alcance em massa, apesar das taxas de conversão serem mais baixas.

 

Confie na sua experiência

 

Além das limitações do seu orçamento, você também precisa considerar as estratégias que funcionaram no passado. Se você notou que os o envio de malas diretas ajudam a trazer mais clientes, então você deve fazer pelo menos isso novamente, mesmo que você tenha os fundos para alternativas mais caras.

 

Atinja o público certo

 

Além disso, considere quais canais de comercialização permitem que você atinja o público certo. Anote uma descrição detalhada de quem são seus clientes-alvo. Elabore uma persona. E depois pense em quais meios eles estão consumindo (por exemplo, qual site eles freqüentam, quais programas de televisão eles assistem, etc.). É com base nesse estudo que você descobre onde realmente deveria estar anunciando.

 

Importante: se você estiver está considerando um novo canal de marketing com o qual ainda não tem experiências prévias, reserve alguns recursos para testes. Como você não sabe se o novo canal funcionará para sua empresa, você só deve usar uma pequena parcela de seu orçamento de marketing nele.

 

Só depois de determinar que esse novo canal realmente funciona para o seu negócio, após um extensivo período de testes e análises críticas, mais fundos devem ser adicionados à esse novo canal de marketing.

Etapa 3: Avalie indicadores de performance e faça mudanças apropriadas

 

O passo final da construção de orçamento de marketing é a análise do plano e os ajustes dos indicadores de performance às suas expectativas de resultados. Em última análise, o marketing é projetado para gerar receita extra. Marketing tem que, necessariamente, ser voltado para a geração de um retorno positivo sobre o investimento. Se a sua estratégia atual de marketing não traz novas receitas para a sua empresa, então é melhor remover essa estratégia e tentar outra coisa. Sério. Agora.

 

Como mensurar resultados?

 

Avaliar os dados é uma parte vital da criação de uma estratégia de marketing eficaz. Na Future Marketing somos fanáticos por data analytics, e a avaliação de indicadores de performance não pode servir apenas de “retrovisor”, te dando insights sobre o desempenho passado. Não. Ela tem que balizar as suas expectativas e planos futuros. Tenha um bom software para manter um histórico preciso e assertivo das receitas geradas periodicamente por cada fonte de publicidade.

 

Além disso, certifique-se de que as mudanças são causadas por sua estratégia de marketing e não influências externas, como épocas festivas ou sazonalidades de mercado.

Siga o plano de orçamento de marketing

 

Tomar medidas para melhorar as estratégias de marketing começa com um sólido orçamento de marketing, e chegar até aqui é um primeiro passo incrível.

 

Ao manter o orçamento de marketing e seu planejamento financeiro anual sempre em mente ao tomar decisões, você evitará gastos excessivos em marketing e terá a oportunidade de explorar diferentes estratégias para encontrar as melhores soluções para seus objetivos de negócios.

 

Contudo, um plano por si só não é suficiente. Você deve agir e permanecer plenamente empenhado em seguir o que planejou, com disciplina e senso crítico de quem sabe que:

 Nenhum plano sobrevive ao campo de batalha, mas nenhuma batalha jamais foi ganha sem um plano.

Autor(a):

Maria Fernanda,

Future Marketing

Postagens relacionadas

Veja também

Leave a Comment