Saas, Iaas e Paas: O que são essas siglas?

 

A tecnologia Cloud Computing, também conhecida como Computação em Nuvem, já é uma realidade nos dias de hoje. Por meio dela é possível obter várias facilidades e benefícios em várias tarefas.

 

Seja para quem atua em grandes empresas, em escritórios ou até mesmo para estudantes, o fato de ter os seus arquivos armazenados, site e blogs(se você ainda não tem o seu, aqui vai um ótimo tutorial) em nuvem permite ter uma melhor organização das tarefas.

 

Além disso, em uma época em que o acesso à internet está mais facilitado por meio de dispositivos móveis, tais como tablets e smartphones, o acesso a arquivos “nas nuvens” se torna mais rápido e prático.

 

Ao se aprofundar mais no tema da computação em nuvem, é possível se deparar com alguns termos técnicos, especialmente algumas siglas.

 

Entre elas, os profissionais que atuam na área de TI costumam citar algumas básicas, que são a Iaas, a Saas e a Paas. Essas siglas representam modelos de computação em nuvem.

 

Cada um desses modelos possuem algumas particularidades e propostas diferenciadas. Vamos ver então o que significam e para que servem?

 

Iaas – Infrastructure as a Service

Também é conhecida em português por “Infraestrutura como Serviço”, ela é a mais indicada para pequenas e médias empresas que já denotam crescimento em suas estruturas.

 

A Iaas tem como uma das suas principais características um recurso de computação fornecido especialmente com relação ao software virtualizado. Alguns dos benefícios do modelo Iaas são:

 

Redução de custos

 Auxilia a evitar gastos excessivos ao configurar um Data Center local. Nesse caso, ela é bastante indicada para Startups e PME’s.

 

Agilidade nos serviços

 Ao contar com a Iaas, não é preciso manter e efetuar análises de software e hardware ou sanar problemas de funcionamento. Diante de um contrato bem feito, o provedor de serviços assegura a confiabilidade dos serviços.

 

Melhorias no armazenamento

 A Iaas contribui para superar demandas elevadas de armazenamento em constante crescimento. Ela também demonstra eficiência para gerenciar e planejar ações de backup.

 

Paas – Plataforma as a service

Em português, essa tecnologia é chamada de “Plataforma como Serviço” e consiste em um ambiente de desenvolvimento na nuvem considerado completo.

 

Os recursos que esse modelo apresenta possibilitam que o usuário tenha condições de fornecer tudo, desde os aplicativos mais simples até aplicativos mais complexos.

 

O Paas é indicado tanto para pequenas empresas quanto para aquelas que já estão em um patamar mais elevado. Sendo assim, vale mencionar algumas vantagens oferecidas por esse modelo.

 

Redução de custos

O Paas possibilita diminuição na utilização de softwares e hardwares, possibilitando que a empresa foque os seus objetivos na busca de resultados e se torne mais competitiva.

 

Facilidade para os desenvolvedores

Os desenvolvedores contam com a possibilidade de utilizarem Paas individuais com o objetivo de testar e também hospedar os seus sites.

 

Rapidez

Ele permite que as empresas tenham condições de iniciar o quanto antes, pois os recursos se encontram sempre à disposição.

 

Melhora a produtividade

 O rendimento e o desempenho da equipe de trabalho melhoram de maneira significativa, pois a infraestrutura já está estabelecida.

 

Além disso, há possibilidade de padronização dos serviços, sem a necessidade de iniciar tudo “do zero”.

 

Saas – Software as a Service

Falando em português bem claro, o Saas é a sigla para Software como Serviço. Em outras palavras, o Saas consiste em aplicações online que podem ser utilizadas tanto no computador como em algum dispositivo móvel.

 

Ele é basicamente um programa que não é instalado e é utilizado como um serviço por meio de conexão com a internet. A disponibilização de um Saas é entregar uma solução tecnológica segura e de credibilidade.

 

Alguns exemplos de Saas bem comuns em nosso cotidiano moderno podem ser alguns serviços, tais como a Netflix, que oferece streaming de filmes e séries de TV.

 

Há o Paypal, que atua como uma plataforma de pagamento e também o Spotfy, que é um conhecido serviço de streaming de música.

 

E você, que acessa o seu Google Drive para agendar tarefas e armazenar arquivos, também está utilizando um Saas.

 

Entre as principais características de um Software como Serviço é possível mencionar:

 

Acessibilidade

 O acesso a ele é realizado inteiramente por meio da internet. Tal característica é bastante vantajosa, pois facilita bastante a sua utilização.

 

No caso de uma empresa que possui parte da sua equipe que viaja constantemente, ter essa possibilidade de acesso é fundamental para o trabalho.]

 

Integração

Eles podem ser integrados externamente por meio de APIs, que são as chamadas Interfaces de Progamação de Aplicações.

 

Upgrade mais fácil e rápido

 Quem é responsável pelas atualizações e avanços do sistema é a empresa fornecedora. Sendo assim, não há a necessidade de efetuar o download de nenhum aplicativo ou efetuar uma nova instalação.

 

Conclusão

A tecnologia de Cloud Computing denota uma era em que a internet se torna cada vez mais influente em nosso dia a dia, facilitando pesquisas, compartilhamento de arquivos e organização de atividades.

 

Por isso, quem é empreendedor e quer ficar por dentro de como a tecnologia pode melhorar ainda mais o seu negócio, deve conhecer as características básicas de sistemas como Iaas, Paas e Saas.

Postagens relacionadas

Veja também

Leave a Comment