5 cuidados que todo empreendedor deveria ter ao iniciar sua Startup

startup

O cenário de Startup no Brasil está crescendo cada dia mais e o número de empreendedores se arriscando nesse cenário aumenta. O grande problema é que muitas vezes esses empreendedores não sabem realmente como iniciar sua Startup. É aí que os problemas começam.

Ter um negócio de sucesso é o sonho de todo empreendedor, mas quando falamos de Startup, estamos falando de uma empresa que seja minimamente escalável e inovadora.

O desafio em ter muitas “ideias inovadoras” é que as pessoas (empreendedores) por trás dessas ideias infelizmente têm um conhecimento muito ‘raso’ do que é preciso para fazer sua ideia acontecer. E é exatamente sobre isso que iremos falar nesse artigo.

Quais são os 5 cuidados básicos que todo empreendedor deveria ter ao iniciar a sua Startup?

 

1 – Ler o livro Lean Startup

 

O primeiro item que gostaria de falar é sobre você se envolver ao máximo possível no mundo de Startups antes de entrar de cabeça, e uma boa maneira de fazer isso é lendo o livro Lean Startup, em português A Startup Enxuta.

Para saber mais sobre o livro, deixo logo abaixo um vídeo de resumo sobre o mesmo.

 

 

2 – Desenvolver um bom MVP

 

O Conceito de MVP é desenvolver uma versão minimamente viável da sua Startup, levando em consideração as premissas básicas do modelo de negócio e por energia no que precisa ser feito pra resolver o problema que se propõe resolver, evitando desperdício de energia na fase inicial de sua Startup.

Investir energia em itens pouco relevantes antes do tempo é um dos principais motivos de Startups não conseguirem ‘sair da inércia e ir de verdade para o mercado’, pois as “ideias” que vão surgindo durante o desenvolvimento inicial das Startups acabam iludindo a maioria dos empreendedores inexperientes, que por sua vez investem tempo e dinheiro demais antes de sua ideia estar 100% validada.

Em um de nossos artigos sobre Startups, nosso CEO Hugo Ferreira falou um pouco mais sobre MVP, leia os 5 conceitos básicos para ser um Startupeiro.

 

3 – Não exagerar nas features iniciais antes de validar o core do modelo de negócio

 

Como falamos anteriormente, por energia em funcionalidades que não agregam valor ao objetivo central de uma Startup antes de ser validada é um dos principais motivos de Startups não progredirem.

Além disso, um dos maiores erros ao iniciar uma Startup é exagerar nas features já no início do projeto.

Isso seria fazer ao contrário de um MVP, ou seja, começar a desenvolver muitas funcionalidades no seu produto antes mesmo de validá-lo no mercado.

Isso faz com que a Startup comece a inchar e ter muitas funcionalidades desnecessárias que acabam mais dificultando o caminho de entrada do mercado do que ajudando, tendo por consequência a necessidade de muitas vezes pivotar (mudar de rumo) sua Startup.

 

4 – Não ter um time que se complemente (desenvolvimento, marketing, vendas e gestão)

 

Outro grande problema é não se atentar em ter um time que consiga exercer as funções essenciais para que a Startup funcione.

No mundo das startups, podemos dizer que algumas funções são primordiais, como:

Um bom time de desenvolvimento, no qual você possa contar para colocar na prática para executar as suas funcionalidades online (se não tem sócio que é programador ou algum colaborador, contrate uma empresa que entenda do mundo de startups, senão você pode acabar caindo no que já falamos e volto a enaltecer: criar funcionalidades desnecessárias na etapa de validação.

Um bom time de marketing, para que sua ferramenta possa realmente ser divulgada para as pessoas corretas e da maneira assertiva.

Alguém que saiba vender sua solução, pois se ninguém vender, negócio nenhum se sustenta, não é mesmo?

E por fim, uma boa gestão para que possa organizar corretamente o time, as tarefas, funções e tudo que venha a envolver sua Startup.

Tenha em mente que ter uma equipe que está disposta a realmente trabalhar duro no sucesso do seu negócio é primordial para que sua Startup decole de vez. E para isso é necessário ter uma boa gestão de pessoas também, para mantê-los sempre motivados e empolgados com as tarefas do dia a dia.

Uma boa dica para manter a equipe motivada, é praticar a Dinâmica do elogio.

 

5 – Achar que a ideia ser boa é o suficiente para conseguir investimento

 

Acredite, tem muita gente que tem uma boa ideia, se acha o próximo Zuckerberg.

Uma ideia boa por si só tem seu valor próximo a zero, pois o grande valor de uma ideia está em fazer ela acontecer.

E tem mais…

Além de uma boa ideia, de uma boa execução e de ter sua Startup validada, o que faz os olhos dos investidores brilharem é o time envolvido na Startup.

É isso mesmo: A equipe faz toda diferença.

E quando falo de uma equipe extraordinária, não estou dizendo que você deve ter os melhores profissionais em sua área, mas sim as melhores PESSOAS.

Simplificando: Você deve ter uma equipe motivada, talentosa, disposta a pagar o preço e em muitos casos, pessoas em que, mesmo se faltar dinheiro para pagar o salário no final do mês, elas irão estar do seu lado, pois elas reconhecem que a razão pela qual estão lá é muito maior do que apenas dinheiro.

Dinheiro é essencial para ter condição de ter um bom time, mas ele vem como consequência de um trabalho bem feito, por isso ter uma equipe em que se pode confiar e que está sempre disposta a apontar melhorias sem más intenções, vai ser com certeza o seu maior trunfo durante sua trajetória.

 

Conclusão

 

O desenvolvimento de uma Startup, ao contrário do que muitos pensam, não é apenas ter uma ideia revolucionária e sair investindo horrores de dinheiro e depois esperar isso voltar.

Uma Startup deve ser levada muito mais a sério, assim como em uma empresa, uma Startup também deve ter todo um estudo, toda uma equipe qualificada, pesquisa, validação de mercado e demanda muito mais trabalho do que a maioria pensa.

Porém, com um trabalho bem feito e tendo uma solução que gere valor na vida do seu cliente, o sucesso virá, com certeza.

Autor:

Ricardo Ferrari

Veja também

Leave a Comment