AS MELHORES DICAS PARA A SUA EMPRESA!

Transição de Carreira: 5 dicas para encontrar sua realização profissional

Transição de Carreira:  5 dicas para encontrar sua realização profissional

É comum não estar mais satisfeito no ambiente de trabalho, ou com os rumos que a vida profissional vem tomando.

Quando isso acontece, é hora de ir em busca de novos desafios. E entre eles, pode ser inclusive o do empreendedorismo

A transição de carreira é a escolha mais comum para aqueles que não estão mais satisfeitos com a área profissional. 

Porém, há outras formas também de fazer a transição de carreira: para realizar sonhos antigos e que não foram conquistados por falta de oportunidade no passado; autodescobrimento; descoberta de vocação ou até mesmo da simples vontade de mudar.

Mercado defasado, perspectivas de salários não atingidos, são alguns dos motivos que desanimam o profissional.

De antemão, o planejamento de carreira é composto por quem deseja buscar maiores satisfações e desafios. Além de conforto financeiro e estabilidade a longo prazo.

O que é transição de carreira?

Transição de carreira é quando um profissional, resolve mudar sua área de atuação ou o seu posicionamento dentro da área em questão.

Para que isso ocorra da maneira correta é preciso conhecer o mercado e buscar especializações.

Entretanto, nem sempre essa transição é uma escolha.

Quando o profissional é demitido por exemplo, e encontra dificuldades em se recolocar no mercado, uma nova área pode ser a solução para sair da extensa lista do desemprego.

Uma pesquisa realizada pelo Retrabalho 2020, aponta que 63% do público entrevistado já mudaram de carreira, e 48% desejam fazer essa troca nos próximos anos.

Foi apontado ainda que o principal motivo da transição de carreira é a troca de liderança por pessoas menos habilitadas ao cargo.

Como funciona a transição de carreira?

O processo de transição de carreira, pode ser dividido em três vertentes fundamentais. São elas as responsáveis por toda tomada de decisão. 

São maneiras seguras para quem deseja buscar o novo e não quer correr riscos.

Porém, outras razões podem ser forças motivadoras a fazer a transição de carreira. 

Aqui listamos:

Sentimento de desconforto

Pode ou não tem relação com o trabalho. O profissional começa a pensar que seu ciclo em determinada área tenha se encerrado.

Separação

O desconforto promove uma fase de reflexão, é quando o trabalhador decide abandonar seu emprego e não atuar mais na mesma área profissional.

Busca por um novo mercado de trabalho

O último estágio, é quando o mercado de trabalho começa a ser analisado. O profissional passa a buscar melhores qualificações e participar de processos seletivos.

Como definir a transição de carreira

Em suma, quando falamos em transição de carreira, falamos em mudanças na área profissional, ou seja, a busca por desafios.

É necessário adotar uma visão ampla dentro de três possibilidades importantes.

#1 Mudar de emprego

Pode ser definida entre sair de uma empresa e ir para outra, buscando novas oportunidades que se adequem as suas expectativas. Existem ainda casos em que o profissional resolve sair do mundo corporativo e investir em franquias ou um empreendimento próprio.

#2 Mudar de carreira

É considerada uma mudança complexa, o que significa seguir novos rumos dentro da profissão, buscando novas especialidades que sejam dentro ou fora da área de atuação.

#3 Mudar de profissão

Se trata da transição mais profunda, o que quer dizer, que se começa do zero. Novas áreas onde não exista experiência são exploradas.

5 dicas para fazer a transição de carreira

Fazer uma transição de carreira de sucesso, é uma dúvida constante. Afinal, é uma mudança dentro das realizações pessoais e profissionais. 

Mas, se essa é realmente a sua decisão final, então perseguir esse desafio é o melhor a se fazer.

O apoio deve ser primeiro de você mesmo e, ao longo do percursos, familiares e amigos entenderão a decisão e também servirão de apoio. 

Siga essas dicas e não se perca no meio do caminho.

#1 Avalie o mercado e pesquise as oportunidades

Pesquise sobre as oportunidades oferecidas no mercado dentro do que você busca. Analise bem as vagas, faça cursos e estude muito sobre o mercado e as suas projeções.

#2 Faça uma reserva financeira

Esteja preparado financeiramente, será preciso uma reserva para começar a lidar com os baixos salários. Começar do zero não é nada fácil.

#3 Invista em qualificação profissional

Dependendo da mudança, será necessário novas formações e especializações. Uma dica importante é apostar em currículo lattes. Essa ferramenta é fundamental para quem deseja conquistar oportunidade de trabalho ou conseguir bolsas de estudo em instituições de ensino.

#4 Faça networking

Tenha uma boa rede de contatos profissionais para troca de informações e aquisição de novos conhecimentos.

#5 Planeje os passos

Tenha em mente, um plano de ação. Saiba quais as metas, prazos, objetivos e estratégias que você quer alcançar. Imponha prazos para cada ação.

Ademais, explore todas as oportunidades do mercado, troque experiências e vá conquistando seu espaço aos poucos.

Lembre-se de não enviar currículos aleatoriamente, tenha envolvimento e saiba onde quer chegar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *